ARQUIVOS E BUSCAS: março 2012

SHOPCARDS CHEGA PARA SER A APPLE DO VAREJO E VENDER EM ATÉ 200 VEZES

22/03/2012

Empresa quer ser a Apple do varejo

As principais munições da recém criada empresa Shopcards poderão seduzir multidões de consumidores e agradar à maioria dos lojistas: a possibilidade do pagamento no cartão em até 200 vezes com os mesmos juros praticados no mercado e um atendimento altamente diferenciado na comunicação com o cliente. “Construiremos um banco de dados para oferecer aos compradores o que realmente possa interessá-los de uma maneira muito elegante e eficaz. Queremos ser a Apple deste mercado”, revela Waldemar Petty. Para ele, o atendimento que o Shopcards dará ao varejo é semelhante ao que se pratica nos Estados Unidos e Europa, e ainda não visto aqui.

“O Brasil vai alcançar resultados de países que conduzem a economia do mundo, onde o crédito existe há mais de cem anos, enquanto que aqui acumulamos apenas 16 anos. A garantia disso são a Copa do Mundo e as Olimpíadas, megaeventos mundiais que vão exigir nosso aperfeiçoamento. Estamos saindo na frente, trazendo pra cá um sistema para fazer o lojista vender mais e o consumidor comprar mais. Daqui pra frente tudo vai ser parcelado. A estabilidade econômica impõe isso”, analisa Petty, lembrando que temos hoje quase 700 milhões de cartões no Brasil. Em 2014 chegaremos ao dobro. Nos EUA esse número é superior a 1,2 trilhão.

Para montar sua administradora de cartões de crédito que vai focar muito em private label, foram investidos de US$ 5,8 milhões em cinco anos de desenvolvimento do negócio. Desse montante, US$ 1 milhão destinou-se a investimentos em tecnologia na Shopcards. Para os próximos anos, a custos atuais, será necessário investir US$ 1 milhão por ano para se manter atualizada na sua área de atuação.

A Shopcards chega ao mercado com expectativa de alcançar 600 mil clientes até o final do semestre e espera ter dois milhões quando iniciar o segundo ano de operação. Em negociação recente, a administradora criou o cartão Singular para atender especificamente o mercado de lojistas, arquitetos e consumidores do Shopping D&D e World Trade Center, em São Paulo. O contrato gerará no mínimo 60 mil cartões.

“Há uma imensa rede de negócios menores, como supermercados de médio e pequeno porte no Brasil inteiro, que não é explorada pelos cartões de crédito convencionais. Vamos atrás desse mercado”, diz Petty. Além de oferecer a possibilidade de compras com prazos muito mais longos, a empresa quer explorar a capacidade de crédito dos consumidores. A Shopcards entende que a imensa maioria dos portadores de cartões de crédito compra muito aquém de seu limite de crédito.

Diferenciais e Desafios – Três áreas – lojas, sistema bancário e consumidores – serão especialmente beneficiados pela Shopcards. As lojas terão respaldo de avanços tecnologias, através de softwares para traçar de maneira eficiente o perfil do cliente e a mais eficaz abordagem de venda. Petty considera que atualmente as lojas ainda não estão preparadas para esse novo padrão de atendimento, por isso haverá um forte investimento em treinamento. Promete melhorar a performance com atualização tecnológica constante e muito superior ao oferecido pelo sistema bancário atual, para ele “muito precário”.

Outra vantagem oferecida aos lojistas é que atualmente as máquinas, segundo disse “igualmente obsoletas”, que têm um custo de até R$ 150, serão gratuitas. A matricula para as lojas, hoje praticada entre R$ 116,00 a R$ 188,00, será de apenas R$ 30,00 para o varejo.  Petty lembra que há cerca de dez licenças no Banco Central de bancos estrangeiros querendo entrar no Brasil. A concorrência, inevitável num mercado-alvo para o mundo, fará com que o custo da bandeira desça de 4,5% a 6% atuais para a metade, taxa que a Shopcards pretende praticar.

Seu software para cruzamentos de dados dos clientes vai gerar relatórios detalhados de vendas. Quanto ao atendimento, haverá um plano de comunicação em que o telemarketing da Shopcards, em nome das lojas associadas ao cartão, entrará em contato com os clientes. Esse contato ocorrerá ao menos uma vez por mês, para oferecer produtos de real interesse desses clientes, evitando abordagens invasivas e incômodas, que marcam o mercado. “Quem pode nos municiar melhor e participar desse processo são os lojistas; eles conhecem o cliente melhor do que ninguém”, conclui Petty.

Com essas iniciativas, além de ter a possibilidade de prazos estendidos, o consumidor estabelecerá uma relação com o varejo hoje inexistente. Fará a compra certa, assumindo uma condição de pagamento que suporta pagar, “antecipando a aquisição de sonhos de consumo que ele projetava ter no futuro” como define Petty.

Assessoria de imprensa –Textos & Ideias (11) 2476 1300 – Antônio Mafra e Renato Góes

' st_title='SHOPCARDS CHEGA PARA SER A APPLE DO VAREJO E VENDER EM ATÉ 200 VEZES' st_url='http://www.textoseideias.com.br/clientes/shopcard-chega-para-ser-a-apple-do-varejo-e-vender-em-ate-200-vezes/' >

AMIGOS DA CULTURA TERÃO SEMPRE BENEFÍCIOS

22/03/2012

Amigos,

Periodicamente encaminho dicas de assuntos culturais. Em muitas delas ofereço condições especiais para se consumir Cultura. Pode ser desconto numa peça de teatro ou show, lembrete de lançamento de livros e preços promocionais de eventos.
Muitas dessas dicas poderão estar aqui em nossa homepage.
Caso queira entrar nessa ação, basta mandar email para antoniomafra@textoseideias.com.br, informando que quer entrar na lista AMIGOS DA CULTURA. Pode encaminhar pros seus amigos também e pede pra eles mandarem email.


' st_title='AMIGOS DA CULTURA TERÃO SEMPRE BENEFÍCIOS' st_url='http://www.textoseideias.com.br/homepage/a-comedia-toc-toc-fica-em-cartaz-so-ate-domingo-25-de-marco/' >